Energias Renováveis: Primeira-dama amadrinha campanha global Standtall

image

A Primeira-dama, Lígia Fonseca, considerou no passado dia 18 de Abril, na Cidade da Praia, que o desenvolvimento da África “está mais lento”, pelo facto de haver “muitas mulheres” ainda fora do desenvolvimento dos centros de decisão e dos benefícios.

Ao amadrinhar o lançamento de uma campanha global de sensibilização para o potencial sub-utilizado das mulheres no sector da energia (Standtall), Lígia Fonseca manifestou a sua disponibilidade para divulgar esta iniciativa e apela para um financiamento facilitado para que as mulheres empresárias possam investir nestas tecnologias.

::: Veja as imagens (clique para ampliar) :::

Lígia Fonseca revelou ter especial atenção para as questões da igualdade e equidade do género por estar convencida que só se pode ter “um mundo melhor”, quando conseguir uma participação igual e equitativa de homens e mulheres em todos os sectores da vida humana, quer no dia-a-dia, quer a nível das decisões políticas.

Promovida pela CEDEAO e o Centro de Energias Renováveis e Eficiência Energética (ECREEE), o lançamento oficial da referida campanha aconteceu nas instalações da ECREEE e foi presidido pelo seu Director Executivo, Mahama Kappiah, onde enalteceu as vantagens de se investir nas energias renováveis com a mulher no centro das decisões.