Facebook

Twitter

Google Plus

YouTube

Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca participa na XIª Conferência de Chefes de Estado e de Governo da CPLP nos dias 31 de Outubro e 01 de Novembro em Brasília, Brasil.

image

 

O Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, deslocar-se-á á Brasil, para participar na XIª Conferência de Chefes de Estado e de Governo da CPLP que decorrerá nos dias 31 de Outubro e 01 de Novembro em Brasília, país que assume a presidência da organização, sucedendo a Timor Leste.

 

O ponto principal da agenda da XI Cimeira vai ser a análise e aprovação da Nova Visão Estratégica da CPLP, 20 anos depois da sua criação, pretendendo, com isso, conferir novo rumo aos destinos da CPLP.

 

Para tanto, quer-se dar um novo impulso às políticas de cooperação comercial, industrial e empresarial, por exemplo, como também, um novo impulso ao processo de desenvolvimento dos seus Estados – membros, estribado na Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, que é, aliás o tema central da Conferência, cujos objetivos e metas, tais como, a luta contra a pobreza, a universalização do ensino, a igualdade do género, a saúde, a redução da mortalidade, constituem sequências dos Objetivos do Desenvolvimento do Milénio.

 

De acordo com dados das Nações Unidas, Cabo Verde alcançou resultados altamente satisfatórios, embora com algumas dificuldades, em alguns casos. O Chefe de Estado Cabo-verdiano vai reconfirmar o sério engajamento do país no cumprimento das metas estipuladas na Agenda 2030, apresentando o caso de Cabo Verde como exemplo, na medida em que existem no arquipélago os pressupostos que facilitam a sua concretização, como a estabilidade política, a paz social, democracia, a boa governação.

 

Cabo Verde defenderá, uma vez mais, a necessidade de se fazer da CPLP uma organização que deverá estar cada vez mais próxima dos cidadãos, uma verdadeira comunidade de povos, que deverá apostar progressivamente na meta da livre circulação de pessoas e bens. O que resultará numa maior cumplicidade e conhecimento recíproco da cultura dos nossos respetivos povos. Daí a necessidade de se dotar o ILLP de meios necessários para o efeito.

 

Questões outras, como a situação política nos países da CPLP, nomeadamente na Guiné Equatorial, na Guiné Bissau e Moçambique, serão analisadas, bem como a admissão de novos membros observadores associados, como por exemplo a Costa do Marfim, o Uruguai, a Hungria, a República Tcheca e a Eslováquia.

 

Serão conhecidos os novos dirigentes da Organização para os próximos dois anos, bem como o país que organizará a próxima Cimeira.

 

O Chefe de Estado aproveitará a oportunidade para apresentar felicitações ao seu homólogo Timorense, Taur Matan Ruak, bem como a sua equipa cessante, o Senhor Ministro de Negócios Estrangeiros, Hernani Coelho e o Secretário Executivo Murade Murargy.

 

Durante a Cimeira o Chefe de Estado cabo-verdiano terá vários encontros bilaterais com os seus homólogos.

 

O Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca estará acompanhado do Ministro dos Negócios Estrangeiros e das Comunidades, Luís Filipe Tavares.

Presidente da República recebe o Primeiro-ministro para o habitual encontro de trabalho

O Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, recebeu, no dia 27 de Outubro de 2016 o Primeiro Ministro, Ulisses Correia e Silva, acompanhado pelos Ministros das Finanças, da Economia e da Presidência do Conselho de Ministros, para um encontro de trabalho, cujo objectivo principal é a análise da situação económica e financeira do país e as perspectivas de curto e médio prazo.

Conforme o Primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, "o encontro foi mais uma oportunidade de partilhar a leitura do Governo sobre a situação económica e financeira do país, as medidas de consolidação orçamental em curso e as perspectivas da retoma do crescimento económico, do emprego e da política de rendimento e do equilíbrio do desenvolvimento regional propostos no Orçamento do Estado".

Welcome 200GBP Bonus at Bet365 here.