07 | FEVEREIRO | 2018 – Intervenção de o Presidente da República, Dr. Jorge…

9

07 | FEVEREIRO | 2018 – Intervenção de S.E. o Presidente da República, Dr. Jorge Carlos de Almeida Fonseca, na Cerimónia de Toma

A Cruz Vermelha de Cabo Verde tem sido uma parceira fundamental no desenvolvimento de Cabo Verde, regendo-se por uma presença constante, tanto em momentos críticos, de catástrofes, quanto em situações que requerem a intervenção ou o apoio a pessoas vulneráveis, particularmente crianças e idosos, em diversas áreas.

Perante os desafios do nosso pequeno estado insular, sobretudo ao nível social e de actuação em situações de emergência, a Cruz Vermelha de Cabo Verde tem desempenhado um papel de suma importância. Constitui um grande auxílio na prestação de serviços essenciais à sociedade cabo-verdiana, contribuindo para o alívio do sofrimento humano e para a formação de valores extremamente relevantes na construção de uma sociedade mais justa, mais pacífica e mais solidária, o que se reflecte no meritório reconhecimento e respeito social de que hoje usufrui.

Assim, é com imenso prazer e com satisfação que, enquanto Presidente da República de Cabo Verde e, por conseguinte, Presidente de Honra da Cruz Vermelha de Cabo Verde, eu presido esta cerimónia de tomada de posse do novo Conselho Superior da Instituição, eleito no mês de Outubro do ano transacto. Faço votos sinceros para que esta nova Direção desenvolva um trabalho de excelência, ao serviço dos cabo-verdianos e do movimento que representa, e abrace os novos desafios com ousadia, criatividade, forte sentido de responsabilidade e transparência.

Nesse sentido, retomo o repto lançado aquando da cerimónia de posse da Direção cessante, de alargarem os programas dirigidos à terceira idade (centros de dia e lares de idosos) e às crianças carenciadas (jardins infantis e centros socioeducativos) para as ilhas, os concelhos e as localidades onde tais estruturas ou serviços não existam ou sejam insuficientes. Também, no sentido de reforçarem os programas dirigidos aos jovens e à educação para uma cidadania activa e proficiente.

Aproveito esta oportunidade para felicitar o empenho de todos os militantes desta causa, nomeadamente a Direção cessante, as lideranças regionais e locais e todos os voluntários e parceiros que apoiam a realização da missão desta instituição, os quais insto a manterem e, sendo possível, reforçarem o apoio às causas sociais que esta instituição sufraga, porquanto é no campo dos direitos sociais que se tem verificado uma maior fragilidade de concretização de direitos no nosso país, área em que certamente a Cruz Vermelha marca e marcará a diferença.

Reitero a minha disponibilidade para apoiar e exercer uma magistratura de influência, sempre que necessária e adequada, no sentido de auxiliar a missão da Cruz Vermelha de Cabo Verde para o bem comum do país.

Muito obrigado.