PR recebe mãe e filha autoras e ativistas a favor da diversidade e inclusão, em audiência especial

44

O Presidente da República, José Maria Neves recebeu uma visita muito especial esta terça-feira: a pequena escritora e ativista mirim, Lauryn Rose Teixeira, juntamente com sua mãe, também ela ativista e pesquisadora na área da diversidade e inclusão, Cristina Cabral, residentes em Inglaterra, onde Lauryn nasceu.

Aos nove anos, Lauryn deixou já uma marca indelével no mundo literário com o seu livro “Lauryn, that’s Me: The Journey of a Powerful African Girl”. Com uma narrativa cativante e bela ilustração da jovem luso/cabo-verdiana Vanessa Costa, o livro compartilha a jornada de orgulho pelas raízes africanas e cabo-verdiana, em particular, de Lauryn, inspirando leitores de todas as idades a abraçar a sua identidade e a lutar por igualdade.

Durante a audiência, Lauryn expressou a sua alegria por poder aprofundar os seus conhecimentos sobre a realidade e cultura cabo-verdianas e realizar o seu sonho de conhecer o Presidente da República.

A sua mãe, Cristina Cabral, aproveitou a oportunidade para entrevistar o Presidente Neves, como parte da sua pesquisa de doutorado na Universidade de Londres sobre a representatividade positiva de crianças negras nas indústrias criativas no Reino Unido, parte, também, de uma série de documentários sobre o tema. Cristina é formada em cinema e vídeo e tem produzido vários trabalhos, geralmente ligados à representatividade das minorias, inclusive para a BBC.

O PR fez questão de destacar tanto o talento de Lauryn como o compromisso dela e da sua mãe para com um mundo mais justo e inclusivo, por uma representação mais justa e precisa nas médias e indústrias culturais.

Além de ser uma autora premiada e empreendedora, Lauryn é uma jovem multifacetada, envolvida numa variedade de atividades que vão desde o voluntariado até a prática de atividades desportivas e artes. A sua determinação e paixão pela causa inspiram não apenas as crianças e jovens ao seu redor, mas também líderes e figuras influentes em todo o mundo.

Com o seu livro já disponível em várias línguas e o seu impacto global crescente, Lauryn é uma verdadeira embaixadora das culturas negras e cabo-verdiana, em particular, e uma voz poderosa na luta por justiça e igualdade.

No final, ela deixou uma palavra de encorajamento a todas as crianças negras do mundo a orgulharem-da sua identidade. Àquelas que desejem ser escritoras, “não tenham medo de sonhar, escrevam e deixem a vossa imaginação correr solta!”