Mensagem de condolências pelo falecimento do professor e filósofo Eduardo Lourenço

90
Mensagem de condolências de SE o Presidente da República de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, dirigida a SE o Presidente da República Portuguesa, Marcelo Rebelo de Sousa
 
Praia, 2 de Dezembro de 2020
 
“Exmo. Senhor Presidente Marcelo Rebelo de Sousa,
Caro amigo.
É com grande pesar que recebemos a notícia da morte do ensaísta, professor e filósofo Eduardo Lourenço, ficando-nos uma sensação de vazio e perda. Uma perda sim, também para todos nós que aprendemos a pensar na língua portuguesa, e nestas últimas décadas guiados pela sua figura 
intelectual atento e crítico do estado do mundo actual.
 
A sua busca pela compreensão da cultura e do modo de ser e de estar do seu povo português é uma lição para todos aqueles que se interessam em compreender o seu semelhante, de pensar o espírito e a sociedade, o passado como forma de entender o presente e estimular para um futuro melhor.
 
Todas as sociedades têm os seus mitos e todas têm também aqueles que se dedicam a decifrá-los, a fazer-nos entendê-los, de forma a tornar-nos melhores cidadãos, homens e mulheres mais conscientes e solidários.
O professor Eduardo Lourenço foi um grande farol da cultura portuguesa, numa linha de grandes vultos da literatura e da filosofia, aquele cuja vida parecia eterna, por conquistar também a boa vontade dos deuses ou por 
a sua sapiência e generosidade.
 
Com o seu desaparecimento ficamos todos mais pobres. Mas fica-nos também o grande exemplo de uma vida dedicada ao pensamento e à reflexão, perscrutantes, ousados e livres, num momento em que a rapidez das nossas sociedades pouco espaço deixa para esta prática, cada vez mais necessária”.
 
Jorge Carlos de Almeida Fonseca

A imagem pode conter: céu, árvore, planta, nuvem, vivenda e ar livre