PR endereça notas de pesar pelos falecimentos da Irmã Marcelina e Denise Oliveira

93

O Presidente da República lamenta os passamentos físicos da irmã Marcelina Vaz e de Denise Oliveira, notável membro da comunidade cabo-verdiana nos Estados Unidos, ambas ocorrências registadas na passada segunda-feira, 20 de março.

Vítima de um acidente de viação na via que liga Achada Monte e Achadona, mo município de São Miguel, e que resultou em outros dois feridos, felizmente, ligeiros, a irmã Marcelina enlutou a Congregação das Filhas do Sagrado Coração de Maria; o concelho do Tarrafal, de onde era natural; bem como o concelho de São Miguel e outras paróquias onde exerceu a sua missão; e a comunidade católica em geral.

Na nota de pesar endereçada à Irmã Antónia Nunes de Barros, Superior Provincial das Filhas do Sagrado Coração de Maria em Cabo Verde, o Presidente José Maria Neves exprime o seu “sentimento de total solidariedade e um forte e reconfortante abraço, neste momento particularmente difícil, aos familiares da malograda, bem como à comunidade católica”.

Na missiva dirigida ao esposo, Wayne Oliveira e familiares da saudosa Sra. Denise Oliveira, o Chefe de Estado sublinha a sua “profunda consternação” pela “perda irreparável” que é, também, de toda a comunidade cabo-verdiana de Nova Inglaterra e dos Estados Unidos em geral, ela que era uma “grande referência da comunidade”.

O Presidente Neves salienta o importante trabalho desenvolvido por Oliveira, ela que foi fundadora do Museu de Cabo Verde, “uma instituição que sempre contou com a sua dedicação plena, e que, ao longo dos anos, tem dado grande visibilidade e projeção à história e à cultura cabo-verdianas. Ela é consensualmente reconhecida como uma peça-chave desse Museu e a maior responsável pelo prestígio granjeado ao longo dos anos.”, frisa o mais alto magistrado da Nação.