No Ofício do Bem Comum: as minhas intervenções visam, essencialmente, para fazer pedagogia política e colocar a debate questões essenciais da vida da República

106

Numa tarde agradável que levou ao Palácio do Presidente da República personalidades da cultura, da literatura, da política e da sociedade no geral, além de amigos e familiares, José Maria Neves fez, este sábado, a apresentação pública do seu livro “No ofício do Bem Comum”, uma coletânea das principais intervenções públicas ao longo do primeiro ano de mandato visando, essencialmente, “fazer pedagogia política”.

Da situação económica e social do país ao desenvolvimento do poder local, as liberdades fundamentais, a política externa, a defesa, os posicionamentos na arena internacional, são diversas as temáticas das intervenções do Chefe de Estado que constam da obra.

Como árbitro e moderador do sistema político, o Chefe de Estado lembrou, em declarações aos jornalistas, que, não sendo executivo, exerce a sua influência, particularmente, através do poder da palavra, sendo as suas intervenções, essencialmente, para fazer pedagogia política e colocar a debate questões essenciais da vida da República, contribuindo, assim, para a realização do bem-comum”.

José Maria Neves pontua que as posições públicas do Mais Alto Magistrado da Nação, sempre muito ponderadas, não são meras opiniões, mas a posição de um Órgão de Soberania que deve ser respeitada, por lealdade institucional, assim como o PR deve também respeitar as decisões de outros órgãos.

O apresentador da obra, Edson Medina, depois de incorrer sobre a política e a função do Presidente da República, trouxe ao de cima o essencial do livro e dos pronunciamentos do Mais Alto Magistrado da Nação desde a investidura no cargo, quando se impôs ser “um Presidente que une, cuida e protege. Um Presidente positivo, empenhado em levantar a Alma e o Espírito da Nação”.

“Analisando as intervenções ao longo do livro, pode-se perceber um Presidente da República que participa”, absorve os anseios das populações, que está junto às diversas instituições da República e “fala sobre o ambiente, direitos humanos, o crioulo, a justiça, o Estado de Direito, a Política Externa” entre várias outras temáticas da vida do país.

Edson Medina apresenta como traço comum que une o José Maria Neves antigo Primeiro Ministro e o atual Presidente da República o afeto, que lhe faculta a capacidade de se manter próximo às pessoas enquanto “simples cidadão que quis saldar a sua dívida com o seu povo e viver a sua época”, parafraseando Amílcar Cabral “com a devida adaptação”.

Veja alguns momentos deste ato de lançamento da referida obra e oiça as considerações do autor, à imprensa, sobre a mesma, aqui: