19 | ABRIL | 2018 O Presidente República, Jorge Carlos Fonseca visitou, na tarde…

7

19 | ABRIL | 2018
O Presidente República, Jorge Carlos Fonseca visitou, na tarde de 19 de Abril, o Núcleo Operacional para a Sociedade de Informação, NOSi-EPE e o Data Center, em Achada-grande.
A visita teve como principal propósito conhecer o funcionamento e as atividades da empresa que há alguns anos tem o seu Data Center a funcionar vinte e quatro sobre vinte e quatro horas.

O Chefe de Estado foi recebido pelo PCA, António Fernandes, os demais administradores e equipa de especialistas que gere e assegura todo o funcionamento do Nosi e do Data Center.
Durante a visita o Chefe de Estado inteirou-se de alguns projetos em curso a nível da governação eletrónica e as iniciativas para a transformação do país numa economia digital, com destaque para o Parque Tecnológico e o WebLab. Tomou conhecimento dos principais serviços desenvolvidos pelo Nosi, nomeadamente, na consultadoria nacional e internacional, desenvolvimento de soluções adaptadas às necessidades do cliente, alojamento de aplicações – servidores privados virtuais – , web e multimédia – Desenvolvimento de portais Web, de aplicações Mobile, Design Gráfico e Web – , desenvolvimento de interfaces e aplicações, etc.

Ficou a saber o ponto de situação do projecto do Parque Tecnológico, projecto financiado pelo Banco Africano de Desenvolvimento (BAD), num horizonte de cinco anos e que está avaliado em cerca de 30 milhões de dólares (2,6 milhões de contos), com uma contrapartida do Governo de Cabo Verde em quatro milhões de dólares.

Segundo o Presidente da República, a visita “permitiu conhecer o que faz a empresa, mas sobretudo o que pretende fazer”.
Depois da visita guiada às instalações do Data Center e um encontro com administradores e especialistas do Nosi, O Presidente da República visitou o Weblab – laboratório tecnológico construído em contentores, colocado, até agora, em cerca de quarenta escolas secundárias do país.

Considera que para jovens do ensino secundário, o weblab “representa um desafio enorme e uma oportunidade de desenvolver a capacidade criativa a nível tecnológico, o que pode representar a capacidade do país dar um grande salto em termos de desenvolvimento”, considerou.

“Essa visita deixa-nos muito optimistas em relação àquilo que em termos inovação, tecnologia e empreendedorismo podemos fazer nessas áreas”, sublinhou.