PR Participa na 37ª Sessão Ordinária da Conferência de Chefes de Estado e de Governo da União Africana e na Reunião de Alto Nível dos Pequenos Estados Insulares Africanos, em Adis Abeba

7

Sua Excelência, o Presidente da República marcará presença, de 16 a 19 de fevereiro próximos, na 37ª Sessão Ordinária da Conferência de Chefes de Estado e de Governo da União Africana, bem como na Reunião de Alto Nível dos Pequenos Estados Insulares Africanos, a acontecerem em Adis Abeba. Esta participação é crucial, dada a relevância dos temas em análise e debate durante estas cimeiras.

Entre os temas de relevo constam a questão da segurança em África, bem como a apresentação e análise do relatório sobre as reformas institucionais da União Africana. Em diversas ocasiões, recorda-se, o Presidente José Maria Neves tem chamado a atenção para a necessidade de reformas no seio daquela organização, inclusive, na sua última participação na 36ª Sessão ordinária da Conferência de Chefes de Estado e de Governo da União Africana.

Na ocasião, Neves sublinhara a necessidade de reformas na União Africana numa perspetiva de “governança multinível que permita dar resposta, não só em matéria da promoção de políticas pró-ambiente, mas, também no que tange à resolução dos conflitos existentes em alguns países e na promoção do Estado de Direito no continente”.

Na altura, o Chefe de Estado cabo-verdiano defendera a importância da União Africana, assim como dos organismos sub-regionais, como atores relevantes na busca de soluções consertadas, pois que “medidas rotineiras já não fazem muito sentido, porque não produzem efeitos”, sobretudo no que toca à resolução dos conflitos. Recorde a entrevista, aqui: (20+) Vídeo | Facebook.

De mencionar a apresentação de um relatório sobre a Situação na Palestina.

De referir ainda que o relatório anual do Presidente, na qualidade de Champion para a Preservação do Património Natural e Cultural de África, será analisado, no âmbito do Relatório Anual da União Africana.

Esta ocasião proporcionará, ainda, oportunidades valiosas para encontros de trabalho com vários outros Chefes de Estado presentes nas duas reuniões, tanto da União Africana quanto dos Pequenos Estados Insulares Africanos.

O Presidente da República encara estas cimeiras como uma excelente oportunidade para reforçar laços, discutir desafios comuns e buscar soluções coletivas para promover o desenvolvimento e a estabilidade em África.