PR defende regulamentação da mobilidade de mão de obra para estrangeiro

4

O Presidente da República defende a regulamentação do fluxo de mobilidade da mão-de-obra do país para o estrangeiro e uma estreita coordenação entre o Estado e as empresas, para se evitar a degradação do mercado nacional.

O Chefe de Estado respondia aos jornalistas, esta manhã, a propósito do processo de recrutamento em curso de trabalhadores cabo-verdianos para laborar no sector do turismo em Portugal.

José Maria Neves desdramatiza a situação e apela à serenidade.

Veja a declaração do Chefe de Estado na PRTV.