Presidentes de Cabo Verde e Portugal cimentam excelência nas relações bilaterais

9

“Cabo Verde e Portugal constituem, nas suas relações, uma enorme referência. Assumimos como compromisso, tudo fazer para nos curarmos das feridas do colonial-fascismo”, destacou, hoje, o Presidente da República, José Maria Neves, em Conferência de Imprensa conjunta com o homólogo português, depois de receber, com honras militares, e manter um Tête-a-tête com Marcelo Rebelo de Sousa, no Palácio do Plateau.

O Chefe de Estado apresenta a visita do Presidente português como um exemplo do patamar de excelência da cooperação e da grandeza do que foi possível construir para cimentar as relações entre os dois países, superar as feridas do passado e projetar o futuro.

Nos domínios fundamentais das relações entre Cabo Verde e Portugal, “nada sucede por acaso”, nos sucessivos e “imparáveis” passos de aproximação entre os dois países, que, sempre insatisfeitos, procuram novos patamares de cooperação para juntos irem “mais longe”, sublinhou, por sua Vez, Marcelo Rebelo de Sousa.

Os dois Chefes de Estado destacam, de forma particular, a cooperação mantida em áreas sensíveis como a estabilidade e segurança e o setor financeiro, no que sobressaem o Acordo de Cooperação Cambial, sendo Cabo Verde o único país que hoje testemunha ao mundo a existência do escudo, além da Parceria Espacial coma União Europeia e conversão da dívida em fundo climático.

Outras áreas que mereceram realce foram a saúde, a educação, a convergência de políticas públicas e a “pátria comum” que representa a língua portuguesa.

Neves e Rebelo de Sousa comprometem-se em aproximar ainda mais os dois países e povos, também por altura das comemorações dos 50 anos da Independência de Cabo Verde, no próximo ano, numa amostra de que é possível um futuro diferente, de fraternidade e irmandade, sem as feridas do passado.

Os dois Chefes de Estado agradecem aos respetivos países pela amizade, pelos contributos das comunidades presentes nos dois países e por tudo o que, mutuamente, têm feito a favor dos dois povos.