“Uma vida sem violência é um direito fundamental, que deveria estar ao alcance de todos”

9

O Presidente da República deixou este repto ao discursar, ao início desta tarde, na abertura oficial da Conferência Internacional da VI. ª Semana de Reflexão Sobre a Violência Baseada no Género, que decorre no Fogo, lamentando que a VBG continue a ser “um enorme problema social, provocando feridas profundas no corpo e na alma de muitos cabo-verdianos”.

O Chefe de Estado mostrou-se particularmente preocupado com as “situações atormentadas” por que passam muitas mulheres “devido à Violência Baseada no Género”, certo de que juntos, podemos encontrar uma saída para esta dramática realidade que já provocou, na sua forma extrema, um número record de feminícidio no país, neste ano de 2024.

“São muitas vidas que se foram, que deixaram um rastro de sangue, de sofrimento e de lares desfeitos. Não podemos continuar a consentir este flagelo!”, apelou José Maria Neves, que se mostra convencido em como “temos as condições necessárias para uma inflexão capaz de trazer um quadro de maior harmonia e menos desprezo pela mulher”, o que passa, por exemplo, pelo empoderamento das famílias.

Neves lembra, por outro lado, que a VBG é um crime de natureza pública, sendo por isso importante o envolvimento da sociedade na denúncia e as intervenções dos diversos atores na aplicação da lei, desde as entidades policiais, funcionários públicos, médicos e técnicos, etc.

“À família cabe não educar os homens para serem violentos, e as mulheres para serem submissas. Há que promover a recuperação do agressor, incluindo a implementação de programas de apoio psicológico ou psiquiátrico, educação e prevenção da VBG”, pontuou, ainda, o Presidente da República, que encoraja a todos os setores da sociedade para um djunta mon na luta contra a Violência Baseada no Género, e que todos trabalhem juntos para a edificação de uma cultura de respeito, igualdade e não violência em Cabo Verde.

Confira a intervenção do Senhor Presidente da República, aqui, no vídeo e/ou leia o, no link, a seguir: