Cimeira Coreia-África, 2º dia: Presidente da República promove potencialidades de cooperação e investimento em Cabo Verde e no continente

9

Mais uma participação ativa do Presidente da República, José Maria Neves, neste segundo e ultimo dia da Cimeira Coreia-África, a destacar a importância da cooperação entre o continente africano e a Coreia do Sul para o desenvolvimento económico e a criação de emprego. Oportunidade ainda para o Chefe de Estado cabo-verdiano realçar o potencial de investimento coreano em Cabo Verde.

Durante o painel dedicado à expansão do comércio e criação de emprego, o Presidente Neves sublinhou as vastas oportunidades de comércio e investimento que a África oferece, especialmente com a implementação da Zona de Livre Comércio Continental Africana. No entanto, salientou a necessidade de reformas estruturais, da promoção de instituições sólidas, assim como de investimentos em infraestruturas em áreas como a energia, os transportes e a conectividade digital, para desbloquear todo o potencial do continente.

O Presidente fez questão de destacar as vantagens competitivas de Cabo Verde, como a sua democracia estável, o Estado de Direito funcional e instituições económicas e políticas inclusivas. Apresentou o país como um parceiro ideal para a Coreia do Sul, com potencial em setores como produção de água, indústria farmacêutica, produção de alimentos, transportes, conectividade digital, economia criativa e turismo.

Promessa de investimento da Coreia do Sul

A Cimeira coincidiu com o anúncio da Coreia do Sul de um aumento significativo nos investimentos em África. O país asiático comprometeu-se a destinar 10 mil milhões de dólares em ajuda pública até 2030, expandindo o fundo de cooperação para o desenvolvimento e subvenções. Além disso, 14 mil milhões de dólares serão investidos nas exportações de empresas sul-coreanas para África, visando estimular o comércio bilateral. Confira as considerações do Presidente José Maria Neves sobre a sua participação no painel de hoje.