PR: A situação em STP deve merecer o veemente repúdio de todos nós

5

O Presidente da República reforçou hoje, o “veemente repúdio de todos nós” que deve merecer a alegada tentativa de golpe que ocorreu na madrugada desta sexta-feira em São Tomé e Príncipe. “Em pleno século XXI, já não há lugar à sublevasão armada, à Violência para pôr em causa as instituições democráticas, a Constituição da República, o Estado de Direito democrático”, sublinhou o Chefe de Estado reagindo esta manhã à ocorrência, já o tinha feito ontem para a RCV.

O PR JMN em entrevista à margem da Marcha Azul em que participou esta manhã

A situação é, obviamente, muito grave e complexa, até porque houve mortes, reconhece José Maria Neves, apelando a que se evite mais derramamento de sangue, e que haja serenidade. o Chefe de Estado augura que “o mais rapidamente quanto possível” se possa alcançar a estabilidade e serem lançadas “as sementes” para um desenvolvimento sustentável.

O Presidente da República de São Tomé, recorda-se, deveria chegar à Cidade da Praia este Domingo para uma visita de Estado ao país, ficando, em função da situação supracitada, adiada essa visita, comunicou o PR.

Confira as considerações do PR Neves, aqui: