Denúncia de perfis falsos e tentativas de burla cibernética em nome do PR e de JMN

38

Perante os constantes relatos que nos chegam de perfis falsos, a utilizarem o bom nome da Instituição Presidente da República e do cidadão José Maria Pereira Neves para tentativas de burlas na ‘internet’, a Presidência da República vem por esta reforçar as denúncias feitas anteriormente, tanto pela Presidência da República como por José Maria Pereira Neves, sobre esses atos criminosos e que, sublinha-se, estão sob a mira da Polícia Judiciária que está a investigar.

A Presidência da República volta a alertar, assim, a todos e todas para esta utilização abusiva da identidade do Mais Alto Magistrado da Nação e condena veementemente tais práticas, reforçando ainda o nosso apelo para que nos ajudem a denunciar essa vil prática e reunir provas que levem à identificação e devido enquadramento do(s) prevaricador(es).

Lembramos ainda que a utilização indevida da identidade e nome de alguém ou instituição, que por si só constituem crimes, são agravadas com as tentativas de burla e conforme a que tais atos enquadrados dentro da Lei do Cibercrime, Lei n.º 8/IX/2017, podem levar a penas de um a cinco anos de prisão. Conheça mais sobre a referida Lei, aqui: https://www.cnpd.cv/leis/Lei%20de%20Cibercrime.pdf

Quaisquer contactos, com o nome e a imagem do Presidente da República e/ou de José Maria Pereira Neves, a solicitar trocas de favores ou oferta do que quer que seja, devem ser encaradas como falsas e denunciadas imediatamente.

Mais uma vez, informamos que são perfis oficiais do Presidente da República e de José Maria Pereira Neves, os seguintes:

No facebook:

No Instagram:

Informa-se ainda que neste momento o Linkdin da Presidência da República está desatualizado, assim como os whatsapps institucionais da Presidência da República e de José Maria Pereira Neves se econtram descontinuados e em fase de atualização para o seu relançamento.

Contamos com a colaboração de todos para pôr cobros esses atos criminosos