PR diz não entender posicionamento de Cabo Verde à resolução da ONU sobre conflito Israel-Hamas

40

À margem de uma conferência sobre a votação no parlamento ao Projeto de Resolução relativo à Celebração Oficial do Centenário do Nascimento de Amílcar Cabral, o Presidente da República foi instado a comentar o voto de abstenção de Cabo Verde à resolução das Nações Unidas (ONU) sobre o conflito que opõe Israel ao Hamas, com o Chefe do Executivo a afirmar a sua estranheza sobre o facto.

“Não entendi este posicionamento do Governo de Cabo Verde sobre esta matéria. Cabo Verde é um país que defende a Carta das Nações Unidas, que defende os direitos internacionais”, refletiu José Maria Neves, já que o que estava em causa era um cessar-fogo humanitário para abrir corredores de assistência humanitária a civis”.

Aproveitando a ocasião, o PR apela a “mais concertação interna, que não haja timidez na busca de consensos” nestes momentos “cruciais”, lembrando que o país “é respeitado pela sua seriedade e coerência, “de modo que, claramente, o país sai prejudicado com este posicionamento nas Nações Unidas”.

Oiça  as considerações do PR sobre a matéria e leia o artigo relacionado, no site da presidência da República ainda o texto

:https://presidencia.cv/arquivo/9774?fbclid=IwAR36sfj2q68reQPNMSx-VRUw6W89pgjfzBZ4XOGMyOO9FjHiDF7y63w-zl0