Discurso proferido por Presidente da República, Jorge Carlos de Almeida Fonseca, por ocasião da…

8

Discurso proferido por S.E Presidente da República, Jorge Carlos de Almeida Fonseca, por ocasião da apresentação de cartas credenciais pelo Embaixador da Rússia.

Palácio da Presidência da República, 13 de Março de 2018

Senhor Embaixador
Felicito Vossa Excelência pela assumpção das suas nobres funções como Embaixador Extraordinário e Plenipotenciário da Federação da Rússia em Cabo Verde. É para nós motivo de muito regozijo receber as cartas que o acreditam entre nós como Embaixador de um país tradicionalmente amigo de Cabo Verde. Desejo-lhe muitos sucessos no cargo que acaba de assumir. Espero que vossa Excelência e a sua distinta família tenham a oportunidade de viajar pelas diferentes ilhas e se sintam bem no nosso país.
Apraz-me, nesta ocasião, destacar as relações históricas de amizade e de cooperação entre os nossos dois países e povos, realçando a prestimosa ajuda recebida no contexto da nossa caminhada rumo à independência nacional e o grande contributo da Federação da Rússia na formação dos nossos quadros, principalmente nos primeiros anos da nossa vida como pais independente. Testemunho-lhe a nossa gratidão pela ajuda recebida e que muito contribuiu para a formação e consolidação do nosso Estado.
Penso que é do interesse de ambos que as relações entre Cabo Verde e a Rússia que, no passado, conheceram excelentes níveis de desenvolvimento, venham a ser insufladas de uma renovada energia, com vista a um aprofundamento e alargamento a novas áreas. Para tanto, contamos com a acção diplomática de Vossa Excelência, como parceiro nesse esforço de interesse comum.
Senhor Embaixador,
Excelência,
Várias são as áreas, de beneficio mútuo, em que esse aprofundamento pode ser desenvolvido, desde a cooperação político-diplomática ao investimento russo em diferentes áreas de actividade económica no nosso país, incluindo na do turismo, ao sector da educação e ao alargamento da mobilidade dos cidadãos dos nossos Países nos territórios um do outro.
Para melhor enquadramento da nossa cooperação que, como disse, muito desejamos e esperamos estender e aprofundar, seria bom que pudéssemos procurar institucionalizar um mecanismo de consultas bilaterais. Estou certo que o Senhor Embaixador encontrará nas estruturas do nosso Ministério dos Negócios Estrangeiros e Comunidades a abertura e toda a colaboração necessárias para o efeito.
Excelência,
Uma vez mais as nossas felicitações e votos de uma boa missão e estadia em Cabo Verde.
Seja bem-vindo!
Muito Obrigado.