29 | JANEIRO | 2018 – Encontro com os Bispos da CEDEAO. O Presidente…

5

29 | JANEIRO | 2018 – Encontro com os Bispos da CEDEAO.

O Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, recebeu visita de cortesia de uma delegação dos Bispos da CEDEAO que se encontra em Cabo Verde no Conselho Permanente dos Bispos da África Ocidental.

O Chefe de Estado recebeu os representantes das Conferências Episcopais dos países da África Ocidental de língua francesa, portuguesa e inglesa – CERAO-RECOWA – Mali, Togo, Gana, Nigéria, Cote de Ivoire, Guiné-Conacri, Libéria, Burkina Faso, Zimbábue e Cabo Verde, num encontro marcado pela reflexão sobre as Igrejas em África, questões sociais, juventude, emigração, saúde, igualdade de oportunidades que afligem a nossa sociedade, bem como a luta contra o uso abusivo do álcool e vários outros tipos de violência.

O Chefe da Delegação, o Cardeal Peter Turkson, agradeceu a recepção e disse que todo o trabalho está a ser feito para ajudar na evangelização na nossa região. Disse que vão inaugurar um novo projecto para os jovens desta região.

Falou acerca da avaliação geral do andamento dos trabalhos programados no âmbito da comissão permanente e o reforço da coesão das igrejas de diversas línguas e culturas de forma a estarem mais unidas entre si, as igrejas locais e nacionais, na Costa Ocidental da África.

O Presidente da República fez um retrato do povo Cabo-verdiano, maioritariamente cristão e, sobretudo, católico, sublinhando que isso tem uma influência positiva na sociedade, com estabilidade social e política e no processo de desenvolvimento económico.
Disse, também, que Cabo Verde não tem problemas políticos graves e/ou conflitos, e que isso é uma vantagem.
É importante para Cabo Verde receber uma reunião desse nível com as personalidades que estão presentes, “isso engrandece o nosso país”, realça o Chefe de Estado.

Terminou com uma nota sobre a situação da Guiné Bissau, “um país irmão”, salientando que deseja que haja paz e estabilidade e que faz todos os esforços para que a situação política neste país se estabilize. Desejou que as declarações/recomendações finais desse encontro na Praia sejam profícuas para a nossa sociedade.
Por sua Vez, o Cardeal Turkson disse que vai discutir com o Cardeal de Cabo Verde, Dom Arlindo Furtado, a forma como podem ajudar, na questão colocada pelo Presidente da República, nomeadamente, nos problemas ligados ao consumo abusivo do álcool, juventude, desemprego e outros males sociais.