Partilhar para nunca esquecer

14

Este é o mote da conferência “Campo de Concentração do Tarrafal: Genealogia Histórica, Modelos de Repressão e Memórias Transnacionais de Resistência” que integra o programa de comemorações do Cinquentenário da Libertação dos Presos Políticos do Tarrafal, no dia 1 de Maio.

É conferencista o Historiador Victor Barros, doutorado em Estudos Contemporâneos pela Universidade de Coimbra, com uma tese sobre comemorações, usos públicos da história e memória do império nas colónias durante o Estado Novo português (1933-1974). A tese mereceu distinção, em outubro de 2020, no Prémio Internacional de Investigação Histórica Agostinho Neto. É também autor do livro “Campos de Concentração em Cabo Verde: As Ilhas como Espaços de Deportação e Prisão no Estado Novo”, distinguido com uma Menção Honrosa no Prémio de História Contemporânea Vitor de Sá, em 2008.

Esta conferência será o contributo deste destacado elemento da nova geração de pesquisadores, que se empenha em estudar e tornar mais conhecida a História de Cabo Verde.