PR de Angola agraciado com 1ª Grau da Ordem Amilcar Cabral

22

No quadro da sua visita de Estado a Cabo Verde, o Presidente da República de Angola foi condecorado, nesta Terça-feira, 15 de março, pelo presidente da República com o 1° Grau da Ordem Amílcar Cabral, a mais elevada distinção do Estado de Cabo Verde.

A distinção, sublinhou o chefe de Estado durante o ato, traduz o respeito e apreço pelo percurso e o reconhecimento pela liderança do chefe de Estado angolano, na promoção da Paz ao nível sub-regional e no continente africano, no seu todo, pelos continuados esforços de estabilização do seu país e pelo estímulo ao aprofundamento e à diversificação das relações de solidariedade, cooperação e fraternidade que unem os Povos de Angola e Cabo Verde”.

A honraria, reforçou José Maria Neves, “é a forma como a Nação cabo-verdiana homenageia os destacados combatentes pela liberdade e todos aqueles que contribuíram e contribuem de forma relevante para um Mundo mais justo, mais fraterno e onde todos possam viver em Paz”
Durante o ato, o Presidente da República sublinhou, por outro lado, o profundo “sentimento de proximidade e de fraternidade, fruto da partilha, por Cabo Verde e angola, de séculos de história comum e que, com o tempo, aprofundou-se e solidificou-se”.

O Presidente da República de Angola, disse, por seu lado, sentir-se profundamente honrado por estar a ser agraciado com a mais elevada distinção do Estado Cabo-Verdiano enquanto está a ter, em Cabo Verde, aqui no país, oportunidade de abordar todos os assuntos que podem contribuir, de forma expressiva, para o estreitamento contínuo dos laços de amizade, de solidariedade e de cooperação entre os dois países.

“Interpreto esta homenagem não como um acto de natureza pessoal, mas sim e fundamentalmente, como um gesto de reconhecimento do papel que o povo angolano, que aqui represento, desempenhou com profunda entrega no quadro da luta do Movimento de Libertação Nacional Africano, pela erradicação do regime do Apartheid na África do Sul e consequente libertação dos povos da África Austral”, referiu João Lourenço. 

O mesmo lembrou, na ocasião, Amilcar Cabral, demostrando “emoção por estar a partilhar este momento com os cabo-verdianos, que geraram esse que é “um dos melhores filhos de África”, humanista e intelectual de craveira internacional.

“Esta distinção vai servir de estímulo para que prossigamos os esforços tendentes a estreitarmos os laços que nos unem a Cabo Verde, em favor do progresso, do crescimento económico e do bem-estar das populações das nossas respetivas nações, concluiu o chefe de Estado angolano.

Durante esta terça-feira, em São Vicente, o Presidente angolano recebeu as chaves da Cidade do Mindelo, visitou a fábrica de conservas FRESCOMAR e foi conhecer as centrais dessalinizadoras da Electra, na Matiota. 

O regresso a Angola está previsto para a manhã desta quarta-feira, a concluir esta Visita de Estado de três dias ao nosso país.