“Teixeira de Sousa, um Ilhéu de causas” pretende ser um incentivo à leitura- autor Jorge Tolentino

45

O livro “Teixeira de Sousa, um Ilhéu de causas” dada à estampa na tarde desta Sexta-feira, na Praça Teixeira de Sousa, em São Filipe, ilha do Fogo, pretende ser um incentivo à leitura e ao conhecimento do saudoso médico, escritor, autarca e cidadão, sobretudo por parte dos mais jovens, revelou o autor, Jorge Tolentino, durante a apresentação da obra.

O ato de lançamento, que contou com a presença do Presidente da República e de um grupo de alunos do Liceu Teixeira de Sousa, aconteceu na Praça Teixeira de Sousa, em frente à antiga residência do saudoso foguense, com apresentação a cargo de Arcília Barreto.

Ao se dirigir aos estudantes presentes, Jorge Tolentino recordou que começou a admirar Teixeira de Sousa também no seu tempo de liceu, período propenso a descobertas e quando as paixões por grandes autores começam. Por isso, elege os estudantes como os primeiros destinatários da obra que pretende atingir de forma particular os mais jovens.

Tolentino confidenciou ser o livro o resultado de um processo que vem desde a celebração do centenário de nascimento de Henrique Teixeira de Sousa, em 2019, que quase ía passar despercebida, e da necessidade constatada de se trazer à luz traços essenciais menos referidos da sua personalidade.

Para a apresentadora da obra, Arcilia Barreto, está-se perante uma priciosidade que deve ser lida e debatida por todos.

“Teixeira de Sousa, Ilhéu de causas” traduz a fixacão de uma conferência proferida por Jorge Tolentino em Janeiro,  no Fogo, em lembrança e homenagem a Teixeira de Sousa. A edição é da Câmara Municipal de São Filipe, no quadro da celebração do Centenário da cidade, que tem como Alto Patrono o Presidente da República.