Presidente da República preocupado com a situação dos cabo-verdianos na Rússia

3

O Presidente da República, José Maria Pereira Neves, está preocupado com a difícil situação dos estudantes e residentes cabo-verdianos na Rússia, desde a eclosão da guerra na Ucrânia.

No caso dos estudantes, estes enfrentam dificuldades para receber as ajudas dos pais e os apoios sociais do Governo, desde que a Rússia foi banida do Sistema de Pagamento Internacional (SWIFT).  A FICASE já não consegue fazer a transferência do subsídio complementar às bolsas de estudo desde o 1º trimestre de 2022.

Hoje, o Chefe de Estado Cabo-verdiano recebeu, em audiência, os pais de um estudante e um trabalhador que se encontram em Moscovo, tendo apresentado as suas inquietações face à situação reinante na Rússia.

O Presidente da República garante que, desde a primeira hora, tem acompanhado esta questão delicada com muita atenção e tem feito diligências junto do Governo no sentido de se encontrar a melhor solução para assegurar as transferências do subsídio complementar às bolsas de estudo aos estudantes e garantir o bem-estar e a segurança de todos os cabo-verdianos na Rússia.

Residem, atualmente, na Rússia, cerca de 50 cabo-verdianos, a quem o Presidente da República envia uma mensagem de amizade e de solidariedade.