Cabo Verde e São Tomé e Príncipe visam reforço da cooperação enquanto Pequenos Estados Insulares em Desenvolvimento

82

Os Presidentes de Cabo Verde e São Tomé e Príncipe demonstraram, esta manhã, todo o empenhamento, amizade e irmandade para, juntos e partilhando os constrangimentos, trabalharem bilateralmente, mas, também, no plano multilateral, de forma a que os dois países enfrentem juntos os atuais desafios enquanto Pequenos Estados Insulares em Desenvolvimento. Entre as prioridades dessa cooperação o Presidente José Maria Neves cita as mudanças climáticas, as consequências da pandemia, a transição energética e digital. Tudo para que os dois países, que nutrem “uma enorme cumplicidade”, possam estar à altura do que os dois povos demandam e trilhem juntos o caminho do futuro.

O Chefe de Estado, que recebeu esta manhã, com honras militares, o seu homólogo São-tomense no Palácio do Plateau, antes de um tête-à-tete, condecorou Carlos Manuel Vila Nova com a Ordem Amílcar Cabral Primeiro Grão, num gesto de gratidão pela forma como São Tomé e Príncipe tem acolhido os cabo-verdianos, que se sentem em casa e partilham os mesmos desafios e constrangimentos daquele país.

José Maria Neves quis também desta forma homenagear o povo de São Tomé e Príncipe, o Presidente Vila Nova pelo seu empenho e liderança na aproximação entre e os dois países e na integração da comunidade cabo-verdiana, que tem sido uma ponte entre os dois países.