Presidência da República assinala da Dia de África com atividades este sábado no Palácio do Presidente

57

A Presidência da República promove, este Sábado, 20 de maio, a partir das 15h, uma Mesa Redonda, em parceria com a Embaixada de Angola em Cabo Verde, para celebrar o dia da África e os sessenta anos da criação da UA, que se assinalam a 25 de maio.

Os painéis, que terão como conferencistas o professor catedrático José Octávio Serra Van-Dúnem e o especialista em Património Mundial Africano, Charles Akibodé, versarão sobre as temática: “A Paz, a estabilidade e o Desenvolvimento Sustentável em África: o papel de Angola na resolução pacífica dos conflitos” e “Identidade e Preservação do Património Cultural e Natural Africano”.

Coincidentemente, os dois países de língua portuguesa, Angola e Cabo Verde, foram designados Champion para a Melhoria da Paz e para a Preservação do Património Natural e da Cultura. Os Champions, recorde-se, são escolhidos entre os Presidentes da UA pela confiança nos seus talentos de negociação junto dos seus pares africanos e das organizações internacionais para o melhoramento do setor que lideram.

A maioria dos países africanos tem enfrentado várias formas de crises políticas e conflitos armados. Em alguns casos, a má gestão dos recursos e bens públicos estão na origem da pobreza extrema e da dívida insustentável em vários países. A paz duradoura é uma condição prévia para todas as formas de crescimento e a insegurança afeta todos os sectores da vida, alguns cujas destruições podem ser irreversíveis se não forem tomadas medidas a tempo, tais como o meio ambiente e o património.

A União Africana já debruçou sobre estes flagelos e escolheu a abordagem regional como uma das estratégias para restaurar a estabilidade duradoura em todo o continente, escolhendo mediadores em várias áreas chamados Champions para trabalhar no melhoramento de certos setores essenciais para o desenvolvimento sustentável do continente.

A celebração do 25 de maio, Dia Mundial da África, é assim, uma oportunidade para refletir sobre os vários desafios que a África enfrenta, mas também para valorizar o que une todas as comunidades africanas.

O referido programa comemorativo do Dia de África, a decorrer no Palácio do Presidente da República, inclui, ainda, um rico momento cultural com exposição de arte e degustação de pratos típicos africanos, envolvendo as várias comunidades africanas residentes na Praia.