Mensagem de Sua Excelência o Presidente da República Dr. José Maria Pereira Neves alusiva ao dia Internacional das montanhas – 11 de dezembro

61

O dia internacional das montanhas, que se celebra hoje, sob o signo da “restauração dos ecossistemas” interpela a todos a ter um olhar atento e cuidadoso sobre as ameaças que os recursos das montanhas vêm sofrendo. Ao mesmo tempo, devemos refletir sobre as nossas atitudes e ações, enquanto inquilinos desta casa comum, que têm o dever moral e cívico de deixá-la nas melhores condições para as gerações vindouras.

Tendo em conta que as montanhas cobrem cerca de 27% da superfície terrestre e, por sua vez, albergam quase metade da biodiversidade mundial, é imperativo a sua proteção, uma vez que elas são vitais para garantir recursos indispensáveis à vida como água, alimentos, ar puro e outros valores ecossistémicos, como medicamentos, energia, e outros de índole económico, social e cultural.

Nota-se que as montanhas vêm passando por um conjunto de ameaças que colocam em risco a continuidade do usufruto destes bens e serviços, de modo particular o efeito das alterações climáticas que condicionam os fluxos de água, provocam a destruição dos habitats em grande escala e diminuem a capacidade adaptativa das mesmas face aos eventos climáticos extremos. Por isso, esforços conjuntos voltados para a restauração dos ecossistemas degradados, devem ser feitos, numa lógica de garantir um desenvolvimento harmonioso e equilibrado da sociedade.

Para um país insular como Cabo Verde, de ecossistema frágil e caraterizado por uma porção significativa das montanhas, assinalar este dia é motivo de regozijo, mas também de questionamento sobre o quanto estamos a contribuir para minimizar a problemática das alterações climáticas.

As montanhas são, para Cabo Verde, de valor inestimável. É imperativo que reconheçamos a responsabilidade coletiva de protegê-las, bem como os ecossistemas associados. A conservação dessas áreas, não apenas salvaguarda a diversidade biológica, mas também contribui para regulação do clima, a segurança hídrica e o bem-estar da nossa população.

Neste dia, exorto a todos os cidadãos a serem defensores ativos da preservação ambiental. A educação e a consciencialização desempenham um papel primordial na construção de uma sociedade comprometida com a sustentabilidade.

Que este dia internacional das montanhas sirva de alerta de que somos todos guardiões da nossa terra, sendo o nosso dever proteger e preservar a riqueza natural que ela nos oferece.