Nota de Esclarecimento sobre a Primeira Dama de Cabo Verde

61

A Cidadã e Profissional Débora Katisa Carvalho é, desde a investidura do Presidente da República José Maria Neves, a Primeira Dama de Cabo Verde, dedicando-se exclusivamente a esta condição. A sua agenda de trabalhos é, aliás, do conhecimento público e merece o respaldo da sociedade. Ou seja, desligou-se das suas atividades profissionais na CV-Móvel e encontra-se na Presidência da República em licença especial do seu quadro de origem.

Não assinou nenhum contrato com a Presidência da República. Tão simplesmente esta assegura-lhe, nos termos da lei, o mesmo estatuto salarial que tinha no seu quadro de origem, que é o mínimo que se garante a qualquer Profissional fora do seu quadro de origem: a manutenção do que já tinha. E tudo se processa normalmente pelos circuitos regulares do Tesouro Público e da Segurança Social.

Ainda assim, computadas as remunerações e outras regalias praticadas na CV-Móvel, verifica-se que ela tem presentemente um rendimento muito inferior ao que antes tinha. Como é de resto sabido, em Cabo Verde os administradores ou gestores de, por exemplo, institutos públicos, empresas, agências de regulação, Banco de Cabo Verde percebem remunerações que ultrapassam de longe o vencimento mensal do Presidente da República.