PR defende parceria público-privado para reforço da Saúde em África

3

O Chefe de Estado defendeu, esta terça-feira, o estabelecimento de fortes parcerias público-privadas para a mobilização dos recursos necessários para o desenvolvimento de um sistema de saúde mais eficiente e sofisticado em todo continente africano, com base na inovação.

José Maria Neves falava no Diálogo de Alto Nível sobre o Reforço dos Sistemas de Saúde em África, que aconteceu em Dallas, sob o tema Negócios EUA-África: Parcerias para o Desenvolvimento Sustentável, no quadro das celebrações dos 20 anos do MCC.

O Presidente da República destacou, por outro lado, o potencial e a ambição de Cabo Verde em transformar-se numa plataforma de prestação de serviços de saúde para a região da África Ocidental, focada na investigação, das epidemias e doenças tropicais, o ensino superior e a especialização de médicos, a indústria farmacêutica e a comercialização e manutenção de equipamentos.

Na ocasião, José Maria Neves partilhou o caminho construído no domínio da saúde por Cabo Verde, que, de um país com precárias condições, edificou um sistema nacional de saúde, com apostas na saúde materno-infantil e assistência social, na construção das principais infraestruturas, formação de médicos e produção local dos medicamentos básicos.

O Chefe de Estado deu a conhecer os ganhos consideráveis nos indicadores nos 50 anos de independência, estando as Ilhas a passarem por uma transição epidemiológica, com as doenças infetocontagiosas dando lugar às doenças crónicas, como o cancro e as doenças cardiovasculares.

Para o reforço do setor, aqui no país e no continente africano, José Maria Neves defendeu apostas na inovação e no estabelecimento de parcerias público-privadas, sem que o Estado deixe de fazer o suficiente para responder às necessidades dos mais vulneráveis.