Presidente da Associação dos Municípios defende reformas ao Poder Local para enfrentar novos tempos

38

O Presidente da Câmara de Calheta de São Miguel, na qualidade de Presidente da Associação dos Municípios de Cabo Verde (ANMCV), Herménio Fernandes, defendeu na tarde desta quarta-feira, à saída de uma visita ao Presidente da República, a instituição de algumas reformas ao poder local para que os municípios possam continuar a enfrentar, com sucesso, os desafios dos novos tempos. AO Presidente Neves, estes pedem que exerça a sua magistratura de influência, no sentido de ajudar a conseguir mais recursos para os municípios.

Para além de apresentar os Cumprimentos do Novo Ano à Sua Excia., o Presidente da República, a delegação liderada por Fernandes, e que incluiu também o Presidente da Câmara de Santa Cruz e Vice-presidente da ANMCV, Carlos Silva pôde, assim, apresentar aquilo que são os desafios e preocupações da Associação e que têm a ver com a necessidade de “reformas urgentes” ao poder local” para que estes possam enfrentar os novos desafios que, com o surgimento e agravamento da pandemia do COVID-19 tornaram-se “gigantescos!”, sendo o poder local “o poder mais próximo das pessoas”.

Entre tais reformas estão a aprovação dos novos Estatutos para os Municípios, bem como o regime financeiro para os municípios. Fernandes defende que é preciso continuar a defender as pessoas e as famílias e para isso é preciso mais recursos. Daí que a ANMCV tenha solicitado ao Presidente Neves o apoio para, através da sua magistratura de influência, possa ajudar a mobilizar mais recursos e financiamentos ao poder local.

Por seu lado, diz Fernandes, a ANMCV manifestou a sua “disponibilidade total” para engajar os munícipes nos respetivos conselhos nesta luta contra o COVID-19 e no sentido do cumprimento escrupuloso das regras sanitárias, pois que é imperioso “inverter a situação pandémica verificada neste momento no país”, conclui Herménio Fernandes.