PR salienta percurso heróico de Cabo Verde, e recomenda mais educação para a cidadania

36

O Presidente da República, José Maria Neves, considera que, Cabo Verde tem cumprido todos os dias o sonho de Amícar Cabral, tendo em conta os avanços conseguidos aos longos dos anos. Porém, reflete, o país não tem cumprido com uma das grandes promessas  da democracia ”que é a educação para cidadania”, apontando ao déficit de conhecimento e divulgação da nossa história, sobretudo a mais contemporânea.

José Maria Neves que falava aos jornalistas, à margem da cerimónia de deposição da coroa de flores junto ao monumento a Amílcar Cabral, a refletir sobre o que se poderia fazer ao nível da educação para uma melhor divulgação e compreensão do legado deixado por Amílcar Cabral e outros heróis da luta de libertação, afirma ser, porém, esta uma responsabilidade que não cabe apenas ao sistema edcativo.

“Acho que é um trabalho pedagógico de todos nós. Na verdade, não temos cumprido uma grande promessa da democracia que é a educação para a cidadania. Quem quer ser cidadão tem de procurar conhecer a história, sobretudo, a contemporânea do seu País”, imputando essa responsabilidade também às Igrejas, partidos políticos, ONG´s, e cidadãos em geral.

E se ainda haverão desafios, Neves considera que o percurso desde a independência para cá é heróico, tendo Cabral como símbolo maior deste heroísmo, e que, no geral, temos cumprido o sonho e a visão de Amílcar Cabral.

Se é verdade que ainda “temos muitos desafios pela frente”, enquanto país, temos de continuar a inspirar nestes lutadores pela liberdade, para continuar a luta e a continuar a encontrar os melhores caminhos para que os cabo-verdianos continuem a viver, sempre, com liberdade e dignidade, e  cada vez mais com igualdade e oportunidades entre todos.”, explica.

É neste sentido que, não tem dúvidas, esses simbolismos fazem  “muito sentido”, a lembrar que a história do povo das Ilhas é um “percurso de luta permanente pela liberdade, dignidade e pela igualdade”.

Ouça, na íntegra, a entrevista ao Presidente da República, na RádioPR: