CANAES convida PR a abrir Campo em agosto com perto de dois mil escuteiros

48

O Presidente da República recebeu, esta sexta-feira, o convite do Corpo do Escutismo Católico para presidir a 2.ª edição do Campo Nacional de Escutismo (CANAES), que pretende reunir de 1 a 8 de agosto perto de dois mil jovens escuteiros de todo o país, na ilha do Fogo e enquadrado nas festividades do Centenário da cidade de São Filipe, sob o lema “Nu ta rema kontra maré”. Uma iniciativa que o Chefe de Estado aplaude e encoraja, pelos ensinamentos e valores que os Escuteiros representam.

José Maria Neves mostrou-se entusiasmado com o projeto e promete apoiar, através da sua magistratura de influência, na identificação e criação de pontes com potenciais parceiros para a materialização do projeto que, como referiu a Presidente do referido corpo de escuteiros, Zezinha Alfama, exige uma grande estrutura logística e, claro, esforço financeiro.

Contudo, aquela responsável mostra-se confiante de que conseguirão materializar o evento, superando de longe a primeira edição ocorrida em 2003, que reuniu pouco mais de 500 jovens escuteiros.

O objetivo primordial deste campo de escuteiros, explica Alfama, é promover a fraternidade e o espírito de partilha entre esses jovens, para além de lhes permitir conhecer a região Fogo e Brava, onde é muito forte a presença do Escutismo com mais de mil escuteiros, só na ilha do Fogo.

O evento deverá ainda homenagear o padre Sanches e o Padre Pereira, para além do instrutor nacional dos escuteiros, Paulo Alfama, figuras de relevo na história do escutismo em Cabo Verde.

Todavia, não obstante a vontade do PR, a sua participação no evento dependerá da sua agenda por essa altura.