PR ausculta Antigos futebolistas internacionais sobre reivindicação por pensão do Estado

42

O Presidente da República, José Maria Neves, recebeu na manhã desta quinta-feira, um grupo de quatro antigas glórias do futebol cabo-verdiano, em representação própria e de um total de 13 antigos futebolistas que fizeram parte da primeira seleção nacional sénior de futebol de Cabo Verde, em 1977. O grupo reivindica a atribuição de uma pensão ou complemento pelos serviços prestados ao país na área desportiva, e para tal pede a magistratura de influência do Presidente Neves junto ao Governo.

Em declaração à imprensa, o porta-voz do grupo, Flávio de Pina, realçou a sua insatisfação por ainda não lhes terem sido atribuídos tal pensão, não obstante as promessas do Ministério do Desporto e o Decreto-Lei n.º115/IX/2021 de 2 de fevereiro, uma alteração feita à Lei Geral das Pensões (Lei Nº 34/V/97, de 20 de junho) e que refere, explicitamente, à possibilidade de pensões para antigos atletas que se tenham distinguido e/ou prestado serviço de relevo ao país na área desportiva. Isso para que lhes possam ser garantidas condições de vida “condignas com os serviços prestados ao país”, conforme reza a Lei Geral das Pensões.  

De Pina diz terem sido muito bem acolhidos pelo PR, sendo que contam com o seu “empurrãozinho” para que se avance com este `dossier´ que dizem estar a arrastar-se há muito tempo, sendo que alguns colegas “já morreram se terem recebido as suas pensões ou complementos”, com o ex-futebolista a salientar a enorme dificuldade financeira porque passa a maioria desses antigos atletas.

Para além de Flávio de Pina, estiveram presentes na audiência com o PR, também, as antigas glórias do futebol nacional, José Eduardo de Pina Vaz (Ze di Nhana), Silvino Ciza Monteiro e Frutuoso Tavares