PR felicita edil e munícipes de São Miguel pelo Dia do Município

22

O Presidente da República associa-se às festividades do Dia do Município de São Miguel e do seu Santo Padroeiro, São Miguel Arcanjo. Em carta dirigida ao Presidente da Câmara local, Herménio Fernandes, José Maria Neves reconhece e estimula aquela edilidade a continuar os esforços com vista a melhorar as condições de vida da população desse Município, desejando que São Miguel consiga trilhar os caminhos do progresso e do desenvolvimento.

O Chefe de Estado destaca as obras de requalificação urbana, melhoramento do acesso a algumas localidades, através da construção ou requalificação de vias, obras de requalificação urbana e ambiental, reabilitação de jardim infantil e construção de algumas casas de banho para famílias carenciadas. “É de louvar toda e qualquer iniciativa no sentido de proporcionar maior bem-estar às pessoas, especialmente num Município onde significativa percentagem do parque habitacional carece do conforto que seria desejável”, assinala o PR.

Outras estatísticas que requerem uma inflexão, para a positiva, segundo José Maria Neves, “dizem respeito ao índice de pobreza e à taxa de desemprego, pela tendência constatada para divergirem da média nacional, colocando os números de São Miguel entre os mais modestos da ilha de Santiago”.

Não obstante os avanços, São Miguel “terá que vencer os desafios que lhe têm provocado algum descompasso, com reflexos na sua economia, pela adoção de medidas políticas e ações estruturadas, para se desenvolver, reduzir a pobreza, o desemprego e evitar a perda de população”, assinala.

Para além do desafio do deficit habitacional, Neves enfatiza que “a taxa de acesso à água canalizada domiciliária e de instalações sanitárias que “queda-se ainda abaixo da média nacional”.

“Outro dado que destoa é a fraca utilização do gás butano na cozinha, sendo que a maioria das famílias recorre à lenha como fonte de energia, prática que pode acarretar alguns problemas ambientais”, reflete ainda o Presidente da República.

Pesem os desafios, as potencialidades de São Miguel justificam o otimismo de José Maria Neves quanto ao futuro daquele município de Santiago-Norte e que tem a ver com o desenvolvimento da agricultura, por exemplo. “A barragem de Principal, a transbordar, por estes dias, é uma bela amostra das potencialidades do Município, que é beneficiado por ricas bacias hidrográficas, e com capacidade para fomentar a agricultura, pecuária e agro-indústria”.

Neves frisa ainda a riqueza paisagística e de espécies endémicas do Parque Natural de Serra Malagueta, e que guarda um potencial enorme para o desenvolvimento de atividades de turismo em espaço rural, como ecoturismo, montanhismo e agro-turismo. Isso, sem esquecer todas as potencialidades da zona litoral, “especialmente a Praia de Mangue de Sete Ribeiras, com uma excelente baia e vantagens para a prática de campismo e turismo balnear”, assinala o Mais Alto Magistrado da Nação.

José Maria Neves aproveita a oportunidade para registar, “com pesar o, recente desaparecimento físico de um grande filho de Calheta de São Miguel, o padre Francisco Sanches Cardoso, figura muito querida em toda a ilha de Santiago e um dos primeiros padres da Congregação do Espírito Santo naturais de Cabo Verde”.

Por outro lado, o Presidente da República felicita a ADEC (Academia Desporto Educação e Cultura), pela conquista do campeonato regional de Futebol feminino, por quatro vezes consecutivas.

Neste momento que é de reflexão, mas, sobretudo, de celebração, o Presidente Neves encerra a missiva “augurando os melhores sucessos e prosperidade a todos os micaelenses, onde quer que estejam, a todos saúdo calorosamente, expressando votos de que estas celebrações decorram num ambiente de alegria e festa”.